Como se Comportar em Velórios - Assistencial Casf

Ir para o conteúdo

Menu principal:

Como se Comportar em Velórios

Mensagem
 
 

Saiba como se comportar num velório

Um funeral é um acontecimento que faz parte da vida, e mesmo numa altura destas, apesar de todo o sofrimento que existe, nem sempre quem assiste sabe o que dizer, o que fazer, como se vestir ou como se deve comportar. Existem inúmeras dúvidas para quem se encontra com quem está a sofrer.

Nestas alturas o desejo de minimizar a dor e dar conforto são grandes, mas nem sempre é claro o que se pode ou deve fazer.  Saiba o que fazer, dizer e o que não dizer a alguém que sofreu uma perda e espera receber condolências.
A seguir passamos algumas considerações que julgamos simples, mas extremamente importantes para um momento como este:

1. Procure vestir-se com roupas adequadas. Naturalidade, discréto e respeito.
2. Antes de entrar na funer
ária ou sala de velório desligue o celular ou o coloque no modo silencioso.
3. Cumprimente conhecidos de forma discreta e dirija-se aos familiares do (a) falecido (a).
4. Um abra
ço, um toque no braço ou na mão podem ajudar a reduzir a dor e fazer a outra pessoa sentir que você está presente - na realidade ajuda a dor a ser mais suportáel. Dizer algumas palavras de condolências é apropriado, mas tenha em atenção como  é que a outra pessoa se encontra e das suas obrigações sociais no funeral. Se a pessoa falar sobre quem faleceu, isso pode ser um sinal que deseja falar sobre isso e partilhar alguma memória. Você deverá seguir as dicas dadas e acrescentar alguma frase sobre o assunto. Mas acima de tudo saiba ouvir. O que dizer:
"Lamento a sua perda"
"Lamento muito"

Não diga nada mais do que o suficiente. Dizer coisas a mais pode ser um desastre num funeral, por isso tenha o bom senso de saber perceber quando deve refletir e ficar em silêncio.

5. Evite algum tipo de comentário que possa magoar

A sens
ão de perda e a tristeza de perder alguém é uma das experiências mais marcantes da vida, e cada pessoa tem a sua própria forma de a viver. Embora seja comum sentir empatia por quem se encontra nesta situação e desejar partilhar a sua experiência  para fazer a outra pessoa sentir-se melhor, a verdade é que não o deve fazer. O que NÃO dizer:
"Sempre podes ter mais filhos"  ou "Ainda bem que tens outros filhos" (no caso da perda de uma criança)
"Foi a vontade de Deus"
"Deus não nos dá tristezas que não possamos suportar"
"Não estavas pronto para isto"
"Sei bem como te sentes"
"Ele parece estar apenas dormindo…"
"Foi melhor assim…"
"Ele parou de sofrer…"
"Isso logo passa…"
"Passou dessa para melhor…"
"Difícil acreditar que ele não está mais entre nós…"


6. Nunca fale alto.
7. Jamais fale mal de algu
ém ou da pessoa falecida.
8. Se for levar crian
ças, cuide-as. Não largue simplesmente os filhos e os deixe correndo de um lado para o outro, gritando ou falando alto.
9. Ofere
ça assistência a família caso você possa e tenha condições.
10. Assine o livro de presen
ça.
11. Flores
é um gesto delicado e respeitoso. Sempre que puder leve ou envie flores.
12. Participe de todos os atos: vel
ório e sepultamento.
13. Lembre-se de ligar ou visitar.


 
 
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal